RESENHA | A Casa dos Pesadelos - Marcos DeBrito


Marcos DeBrito lança mais uma de suas obras pela Faro Editorial intitulada de A Casa dos Pesadelos que trás consigo grandes mistérios e revelações.



A narrativa nos conta a história do jovem Tiago, que passa por tratamentos psicológicos devido aos traumas causados na sua infância e que não foram superados. Após 10 anos do fato ocorrido, sua mãe Laura, decide o levar juntamente com o seu irmão Bruno, para passar as férias na casa da avó Célia, onde tudo o que ele mais temia aconteceu. Porém, Tiago não queria voltar aquela casa, pelo simples fato de não querer enfrentar os seus pesadelos de infância que o assombrou durante todos esses anos.

Ao retornar a casa da avó contra a sua vontade, Tiago passa por situações incômodas e noites extremamente intensas junto com o seu irmão na tentativa de enfrentar a criatura tão temida por eles. Inúmeras situações tensas, constrangedoras e até de muitas intrigas são narradas, até chegar na revelação daquela criatura, que sempre foi muito bem descrita na narrativa, muitas dicas são dadas, mas não chegamos a imaginar algo tão grotesco.




O livro tem alguns pontos bem curiosos que deixa o leitor empolgado e querendo sempre saber mais do desenrolar da história, ficando preso horas e horas na leitura. O que é bom, pois é o tipo de imersão que gostamos, até parece que estamos vivenciando a história, é como se entrasse no livro ou estivéssemos assistindo algum filme, vendo cada cena do que ocorre. Em algumas partes em páginas laranjas temos um tipo de Flashback, onde nos revela o que aconteceu no passado de Tiago, fazendo entender o motivo do seu trauma.



O Marcos nos apresenta uma escrita culta em sua narrativa e uma mais informal com gírias e palavras adeptas do jovens de hoje na fala dos personagens. Este é o meu primeiro contato com a sua escrita e não vou mentir que fiquei impressionado ao terminar de ler. Não tenho um grande costume em ler obras nacionais, mas fico feliz de ver que cada vez mais o cenário literário nacional está ganhando grandes nomes. Dentre todos os autores nacionais que li até hoje, o Marcos está entre os que mais se destacam.

Falando um pouco do livro físico, foi algo que também me impressionou muito no trabalho feito pela Faro, trazendo uma diagramação e ilustração impecável que faz toda a diferença para a imersão na leitura.

Em considerações finais, para saber do que realmente estou falando, super recomendo A Casa dos Pesadelos, pois não só o livro como o autor merecem a devida atenção pela grande obra que nos foi apresentada. Não quis contar muita coisa do que tem na trama, pois acho válido ter a experiencia de descoberta com o decorrer da leitura.



SINOPSE: Dez anos depois de estar cara a cara com aquela assombração, Tiago finalmente concorda em voltar à mesma casa para visitar sua avó. Agora adolescente, ele pretende provar para si mesmo, que a terrível imagem que o aterrorizara nas madrugadas por tanto tempo, não passava de uma criação tenebrosa da infância. Mas, ao chegar no casarão, o jovem se depara com o misterioso quarto de seu falecido avô, agora mantido fechado, e tratado como espaço proibido. As restrições com relação ao aposento, as sensações e barulhos no meio da noite logo alimentam nele a suspeita de que algo terrível habita o local. Tomado por uma estranha coragem e desejo de ver-se finalmente livre do medo, tudo que o rapaz deseja é descobrir o que há por trás daquela porta. Então, o pesadelo toma novo impulso quando a figura sombria da infância mostra-se real novamente… mas, desta vez, ela quer atacar o seu irmão mais novo. Determinado a impedir que o caçula passe por terror semelhante, Tiago, mesmo apavorado, decide enfrentar a criatura. E o que descobre expõe terríveis segredos do passado que ninguém poderia imaginar.

SOBRE O AUTOR: Cineasta premiado, Marcos DeBrito vem sendo considerado a grande renovação na produção de filmes de suspense e terror no Brasil. Começou a escrever histórias que lhe vinham à cabeça apenas para lidar com seus próprios medos. O destaque de sua produção está na crueza como retrata as diferente faces do mal, mas não é apenas isso. Todas as suas histórias contêm elementos de mistérios e surpresas que desafiam o público a desvendar a mente dos personagens. Diretor, roteirista e escritor, A Casa dos Pesadelos é seu quarto livro Publicado. Condado Macabro, seu primeiro longa-metragem, foi lançado nas salas comerciais em 2015 após carreira premiada em festivais e, em 2018, deve estrear o filme Histórias Estranhas, no qual é diretor e roteirista dos segmentos Apóstolos. Lançou em 2017 O Escravo de Capela pela Faro Editorial.



Compartilhe Google Plus

2 comentários:

  1. Oie!
    Terminei a leitura ontem!!! Também foi meu primeiro contato com o autor e li super rápido! Adorei sua resenha! <3
    xoxo

    ResponderExcluir
  2. Resenha perfeita! Realmente o Marcos vem se destacando né? Que escrita maravilhosa... E o final? Choquei..rsrs

    ResponderExcluir

REGRAS:

* Proibido citar links, de outro Sites. (Será Removido)
* Proibido Xingamentos, contra outros Comentaristas.